• MISSÃO ESCREVER (Chega chegando). – Introdução de um livro.

    Tendo acordado em um domingo de março e sentindo que preciso tomar um bom banho para ficar limpinha e renovar as energias, decido escrever assim mesmo: meus pés estão sujos porque pisei lá fora no chão de concreto do quintal para lavar uma roupa, e, ao voltar para o quarto – sem saber ainda que escreveria – dou um carinho no cachorro carente.

    E porque esse negócio de escrever, agora, às 10:37 da manhã, num pleno domingo, sem sequer ter tomado banho? Porque não existe hora para escrever, e porque minha missão É escrever, e porque, após ter assistido um vídeo no youtube sobre missão, ganhei o insight que precisava para o nome deste livro – livro que ainda vou começar a escrever – e CUJO título faz jus a este propósito.

    Já comecei a escrever inúmeros livros, e nunca consegui terminar nenhum, e, hoje, dia 13 de Março de 2022 – e, dias antes do meu aniversário de 34 anos, aproveito a “idade de Cristo” que me resta para dar início a essa empreitada.

    Minha ideia é me incumbir da meta de escrever TODOS OS DIAS; escrever o que der na telha; falar sobre minha vida – ou omiti-la com outro tipo de escrita menos pessoal –  falar sobre o mundo, sonhos, sobre o Brasil, sobre o amor, e, principalmente, imbuir-me de conteúdo aleatório que agregue conhecimento E imaginação à sua leitura, podendo vir a escrever uma crônica que misture caverna com dinheiro, por exemplo. (sim…

    Nascida em Brasília, capital do rock, e, aos 33 anos, tendo vindo morar na cidade de minha mãe – Diamantina, Minas Gerais – minha vida deu um giro de 360 graus, e, a despeito de crises de adaptação e sonhos de desbravamento que, por vezes, venha a sabotar, acredito que tenho muita coisa para passar e muitos lugares para conhecer, e creio, firmemente, que é por meio da escrita e da futura publicação deste livro, que mal começou, que  MINHA VIDA irá deslanchar, e que tudo isto será possível!!!

    E você, gostaria de acompanhar esse sonho comigo??

    Então chega chegando e BOA LEITURA…!!!

  • Identidade mística e felicidade

    Com a chegada de minha idade adulta – mais especificamente minha idade balzaqueana – tenho vivido, como nunca, uma fase mística em minha vida. Uso de incensos, oração, meditação, adornos estilo hippie e poesia – MUITAAA POESIA – são apenas alguns dos elementos pessoais os quais tenho aderido em meu cotidiano, e e que em muito tem contribuído para o meu equilíbrio e despertar pessoal.

    Por mais que soe supersticioso, tendencioso ou até mesmo meramente banal, arguir-se de elementos místicos pode ser uma alternativa para encontrar equilíbrio, paz e felicidade…!!

    Existe uma série de recursos (visuais, literários, sensoriais e de vestimenta, além das abordagens espirituais) – quando estamos buscando um caminho de iluminação espiritual. Como você investe na sua felicidade e que elementos utiliza para tal é algo que você vai inserido aos poucos em sua vida adulta.

    Mas o mais importante, seja se você acabou de ler um livro espírita ou fazer uma meditação guiada, é nunca se acomodar, e estar buscando sempre o equilíbrio e a felicidade…!!

  • Empreendendo histórias…

    Hoje é um domingo de carnaval e, como de costume, acordei cedo. Decidi ligar a TV após tomar meu café e acabei assistindo a Pequenas Empresas; Grandes Negócios, programa de empreendedorismo da Rede Globo.

    O programa foi tão estimulante com seus exemplos de pessoas que empreenderam e se deram bem na vida que isso me inspirou a também “empreender”, mas à minha maneira: por meio da escrita e da criação de histórias.

    Estou, também, fazendo aulas de violão, o que é ótimo, mas preciso investir, agora, principalmente, no universo das palavras.

    Acredito ter uma mente muito fértil, que pode ser estimulada. Eu ADORO a imaginação, e adoro pensar e filosofar, e acredito que essas ferramentas, se bem utilizadas, poderão produzir ricas e criativas histórias.

    Vou precisar muito de uma boa base literária nessa empreitada. E vou precisar, também, de estudar e pesquisar MUITO.

    Uma boa estratégia para criar conteúdo criativo sem me expor é não falar da minha vida pessoal, mas falar daquilo que penso baseado naquilo que conheço deste mundo.

    Meu gênero literário deve ser uma mistura de auto-ajuda com fantasia; imaginação e  visão de mundo.

    E, por mais que, talvez, tenha perdido muito tempo da minha vida com uma filosofia mais, digamos, superficial, sempre é tempo de recomeçar!!

    Devo utilizar mais as redes sociais como ferramenta de mostrar meu trabalho, mas acredito que possa usar o facebook também.

    Com dedicação, disciplina, resiliência e doação, acredito que conquistarei, a médio ou longo prazo, todos os feitos – de carreira e financeiros – que possam promover uma “revolução” em minha vida.

  • Vivendo o melhor da vida!!

             Estou vivendo uma nova fase em minha vida – e estou muito feliz com ela!!! Minha vida tem tomado um novo rumo. Tenho me ocupado com atividades revigorantes e que em muito me acrescentam!!

             No meu planner de 2022 que ganhei de Natal de minha famíla, eu dou um “tick” (confirmação) diária de todas as atividades que cumpro naquele dia, e entre elas se destacam a leitura e o estudo do dia; algum filme, série ou documentário que assisto, a escrita (ou registro de escrita do blog) diária, além da oração diária, e a caminhada do dia. Além disso, incluo um item chamado “social” que se refere a meus relacionamentos pessoais, ou seja, se, durante aquele dia, interagi com uma ou mais pessoas – podendo ser elas amigos, conhecidos próximos (novos amigos) ou familiares. E, assim, vou confirmando tudo o de bom e produtivo que o meu tempo – praticamente “livre” – me oferece.

             Eu com meus 33 anos e minhas 4 faculdades feitas – ainda que algumas incompletas – posso até ter desistido de trabalhar; esse trabalho remunerado e padronizado a qual algumas pessoas se submetem. Mas, no lugar de um dinheiro e esforço dos quais eu não preciso nem quero criar em minha vida, escolhi a qualidade de vida e a saúde integral.

             Minha vida não é uma vida humilde, mas tampouco é uma vida de prazeres desmesurados. Eu busco, em meu dia-a-dia, fazer coisas que agreguem valor, conhecimento, convívio social com outras pessoas e momentos de sabedoria.

             Estou sempre escrevendo e produzindo algo; estou sempre estudando e colocando Deus e amor em minhas orações, buscando ajudar minha mãe prestando meus úteis serviços e, assim, minha vida vai ganhando sentido.

             Por vezes me sinto só e com a vontade de ter um namorado, mas a razão sempre prevalece e eu, convicta dos meus valores, busco manter  a serenidade e só dou conversa para quem me que quer bem.

             Aos poucos, vou conhecendo novas pessoas e adicionando aventura em minha vida! Eis a minha nova frase que tenho dito com certa freqüência: “Se a vida te der uma rotina, transforme-a numa aventura!”. Tem coisa melhor que se aventurar na vida?

             Estou apenas na flor da idade e quero viver muitos sonhos. Que Deus me acompanhe nessa jornada; que nunca me falte “amor à beça” para compartilhar; este blog está sendo um projeto de vida!!! Conte comigo!

    Namastê

  • Tudo é suscetível de adaptação…

    Olá, amigos! Hoje eu quero falar sobre o transtorno de adaptação, uma incapacidade psicológica associada à dificuldade de uma pessoa se adaptar a uma mudança ou nova situação em sua vida.

             Pode ocorrer com a morte de um cônjuge ou ente querido, uma mudança de emprego ou mudança de cidade.

             No meu caso, sofri esse transtorno no ano passado com a minha mudança de cidade. Morava na capital brasileira há 33 anos, cidade onde nasci e de onde nunca saí, para vir morar em Minas Gerais.

             Foi muito difícil!! Me peguei chorando várias vezes, ficava indignada com minha mãe por essa atitude; achando que ela não havia pensado no meu melhor.

             Mas aos poucos venho refletindo – ainda que não esteja completamente adaptada – de que tudo foi para o meu melhor, e para uma causa maior.

             Nunca em tão pouco tempo conheci tantas pessoas – e pessoas boas de coração – tenho respirado um ar mais saudável; tenho tido uma qualidade de vida excelente, com mercados próximos de casa e lugares bonitos para caminhar e, porque não agradecer por isso – todos os dias tenho a oportunidade de sair da minha zona de conforto, em um sentido positivo – pois todos os dias tem sido recheados de novidades por lugares novos que descubro.

             Minha mãe só pensou no meu melhor, e eu sou muito grata a ela por isso. No pior das hipóteses, se eu perceber que aqui não é meu lugar, nada me impede de uma nova mudança, mas, por enquanto, estou conseguindo me adaptar a essa nova realidade.

             Mudanças fazem parte da vida, e, se não nos adaptamos a elas, elas nos consomem por completo.

             É preciso ter paciência, força, e acima de tudo, serenidade para conduzir – e aceitar – com resiliência as mudanças pessoais, de modo que possamos aproveitar ao máximo as novas oportunidades que a vida nos coloca, sabendo filtrar o que é bom e o que pode ser deixado de lado, num trabalho constante de adaptação e abertura ao novo!

             E viva as mudanças!!!  

  • NOVO DIA, VIDA NOVA!!

    Bom diaa, meu Deus!!

    Novo dia, vida nova! Acordei bem melhor que ontem, após uma ótima noite de sono.

    Para o dia de hoje, desejo alegria, descanso, lazer e – como eu não consigo ficar sem – dar uma estudadinha também!!

    Peço ao Senhor para que ilumine todos os seus filhos e todos os brasileiros. Que não falte alimento a nenhuma pessoa; criança, jovem ou idoso.

    E que meus irmãos de cidades mineiras, da Bahia e do Tocantis, atingidos pelas enchentes, sejam contemplados com água, alimentos e uma nova moradia.

    Tomando um chazinho de erva doce na cozinha (sem adoçante), começo o dia tentando fazer um jejum intermitente. Pretendo eliminar pelo menos 3 kilos só esta semana…!

    Será que consigo?!

    (Vou contando por aqui).

    Espero que você também tenha um ótimo fim de semana, recheado de coisas boas para viver e comemorar!!

    Amém!!!

  • Prazer, Leninha!

    Olá, pessoal!! Me chamo Helena Fabrino Bresolin, mas podem me chamar de Leninha! Estou muito animada para começar este blog! Só tive blog uma vez na vida, já faz mais de 6 anos. Tenho 33 anos, sou brasiliense e estou morando há cerca de 6 meses no interior de Minas Gerais, na cidade de Diamantina. Tenho duas irmãs, e amo muito meus pais. (Meu paizinho tá no Céu). Minha mãe é nada mais nada menos que um pãozinho fofo de mel!! Eu AMO ela!!! Ela tem 72 anos, e se chama Rosa Maria.

    Sou uma mulher com bastante tempo livre, haja vista que não trabalho. Mas cuido de casa como posso. Sou ariana, solteira, tenho cerca de 4 melhores amigos – amigões de coração mesmo – e só fico brava mesmo quando pisam no meu calo. Em geral, sou uma pessoa serena. Já fiz 4 faculdades, tendo deixado 3 pela metade. Formei-me em Letras, e meu sonho é publicar um livro. Minha grande paixão é escrever. Em geral eu gosto de escrever pequenas frases – pensamentos em forma de aforismos, como “A Filosofia é uma criança cega que, com sua consciência, tudo enxerga”. Esta é uma das minhas frases preferidas!

    Me considero uma mulher de sorte, por tudo o que já conquistei e ainda irei conquistar. Meu lema é “Leve a vida leve!”.

    E eu sou uma APAIXONADA PELA VIDA!

    Espero que você aproveite ao máximo de Amor À Beça. Aos pouquinhos você irá me conhecer e verá que eu sou muito mais que um rostinho fofo.

    Desejo a você uma Feliz Segunda-Feira e uma Boa Semana!!! : )

  • Olá, mundo!

    Desejamos boas-vindas ao WordPress! Este é o seu primeiro post. Edite ou exclua-o para dar o primeiro passo na jornada do seu blog.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora